Meu bebê não quer dormir no berço



Conseguir fazer com que o bebê durma em seu próprio berço é uma dificuldade que tem se mostrado cada vez mais comum nos dias de hoje. Mas o que está acontecendo com os bebês que não querem dormir em seus bercinhos?

Antigamente, era comum colocar os bebês para dormir na cama dos pais. Acreditava-se que essa prática facilitaria a amamentação e garantiria o bem estar do bebê. Hoje sabemos que é justamente o contrário. O número de mortes por sufocamento, e até mesmo da Síndrome da Morte Súbita Infantil, é mais comum em bebês que compartilham o leito com outras pessoas. Isso se dá porque é frequente durante a noite mexer os cobertores e até mesmo rolar em cima do bebê ou deixar o bebê rolar para o chão. É indiscutível que o bebê está mais seguro se dormindo em seu próprio berço.

Mas qual o problema do bebê dormir na mesma cama que a minha? Além do risco de acidentes, o problema é que a probabilidade do bebê ter dificuldade para dormir sozinho no futuro será grande. Além disso, o casal que compartilha o leito com o bebê fica privado de sua intimidade. Muitos casais optam por colocar literalmente o bebê "no meio" deles como uma forma de manter o parceiro afastado. Pode ser uma forma inconsciente de se evitar a intimidade com o cônjuge, vivenciando o afeto apenas com o bebê.

Nesse caso é importante pensar o porque de tal atitude. Por que o bebê não pode ficar sozinho em seu berço? Por que eu não consigo me separar do bebê durante a noite? Eu consigo vivenciar minha intimidade com meu parceiro (a) depois que o bebê nasceu? Como é isso para mim? Essas perguntas devem ser pensadas e, se necessário, ter acompanhamento profissional para que o casal possa aceitar as respostas e conseguir encontrar um caminho possível que os uma, sem ter que colocar o bebê entre eles.

Graduada, Pós-graduada e Mestre pela PUC- SP, a psicóloga e psicoterapeuta Renata Soifer Kraiser trabalha em sua clínica, na zona oeste de São Paulo, a Terapia do Sono do Bebê.
Entre em contato para marcar uma consulta: (11) 3031-5196 e (11) 3031-2769