82012maio

Mamães na Terapia

Uma coisa que eu ainda noto em muitas pessoas é a resistência que elas tem em fazer terapia.

Tudo bem, sei que sou super suspeita para falar, mas o que poucas pessoas lembram, é que a terapia é uma ferramenta maravilhosa, que traz inúmeros benefícios e repercute em todos os campos da vida da pessoa.

O auto-conhecimento ajuda na vida pessoal, profissional e familiar. Ele não tem fim. Podemos nos aprofundar o quanto quisermos, e quanto mais nos conhecemos, mais liberdade temos para tomar nossas decisões livres de medos e preconceitos.

A maternidade costuma trazer à tona muitas questões, principalmente em relação a feminilidade, a sexualidade, a relação com o próprio corpo, com os próprios pais, a vida profissional, a vida conjugal e uma série de outros aspectos que podem fazer da terapia algo muito rico e interessante!

Mas por que ainda pensamos na terapia como o último recurso dos desesperados?

Uma grande bobagem. Terapia é uma delícia! Um espaço só nosso para falarmos e pensarmos sobre nós e nosso mundo. É um carinho para nós mesmos, um promotor do desenvolvimento psíquico.

E o que isso pode ajudar na criação de nossos filhos?

Ser mãe, mulher, amiga, esposa, amante, educadora, profissional bem sucedida, dona de casa, magra e saudável no mundo de hoje não é tarefa fácil. Administrar toda essa demanda requer muita habilidade. Os conflitos inevitavelmente acabam surgindo e a terapia ajuda muito a resolvê-los.

Assim, uma mamãe mais tranquila, mais realizada e mais feliz também terá filhos assim. Claro que perfeição não existe e como humanas que somos, os erros sempre farão parte da vida. Mas isso não nos impede de querer e poder melhorar sempre!

Um forte abraço!
Renata


Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *